Sim, hoje é carnaval


Mas quero mesmo falar sobre amanhã, quarta-feira de cinzas. Nosso Fundador, sempre muito sábio, disse certa vez que a oração da manhã se inicia na noite anterior, ou seja, que uma ocasião especial pode e deve começar com uma meditação anterior.
E, como hoje é carnaval, é muito salutar que utilizemos um pedacinho de nosso dia (para alguns de feriado, para outros de trabalho) para meditar sobre como podemos vivenciar uma quaresma diferente, mais próxima à Jesus, mais santificante e profunda e como um verdadeiro processo de conversão.
Como assim conversão, Paula? Não somos todos católicos? Sim, somos. E de fato, só há salvação dentro de nossa Igreja. Mas, todos nós precisamos nos converter a todo momento. Todos nós estamos como que amarrados por nossos vícios, e – graças ao bom Deus – todos nós também temos dons e talentos que podem ser postos, alegremente, à disposição Dele.
Rousseau está errado - não somos bons. Hobbes também está errado – não nascemos maus.
A marca do pecado existe para todos (menos para nossa amada Imaculada Conceição), e é por isso que nossa vida é sempre uma grande aventura, de desprender-se dos vícios e buscar a virtude – uma aventura e uma luta para qual todos nós somos chamados e para a qual ninguém poderá se indispor ou escapar.
A melhor ocasião é sempre hoje, agora. E temos a graça de estar na Igreja de Cristo que nos oferece momentos litúrgicos bastante propícios para a conversão: um deles é a quaresma.
Do pó viemos e ao pó retornaremos – essa lembrança de nossa finitude, limitação, e também de nosso pouco, é sempre oportunidade de refletir sobre o grande amor de Deus por nós, que nos mereceu a salvação quando morreu na cruz. Ele nos mereceu o céu, vejam só. A partir de Cristo todos nós podemos alcançar o céu, a todos nós é dada a chance de salvar-se (isso não se confunde com a doutrina católica da predestinação, aliás). Precisamos, contudo, oferecer nossa contribuição, nossos méritos, lutar seriamente para se afastar dos pecados que teimam em colar na nossa sola. E a quaresma é o tempo oportuno e propício para isso.
Que alegria ser católica! Que alegria poder buscar, nesse tempo, uma maior proximidade com Deus! Lanço a vocês, queridos ouvintes de nosso podcast, um desafio: escolham uma boa penitência, que o aproxime de Deus e tenham, todos uma abençoada quaresma!